Redução de custos com mão de obra: como conseguir de forma eficiente?

4 minutos para ler

O capital humano é o ativo mais importante de uma organização e, por isso mesmo, costuma exigir o investimento de uma grande parcela do orçamento. No entanto, às vezes o cenário econômico e mercadológico exige uma redução de custos com mão de obra. Você sabe quais são os caminhos para fazer isso com eficiência?

Neste artigo, vamos ajudar você a conseguir enxugar o orçamento da empresa sem perder bons talentos na equipe ou qualidade na produção.

Inicialmente, vamos falar sobre a importância de otimizar os gastos do departamento pessoal. Depois, vamos compartilhar algumas alternativas para reduzir custos. Continue a leitura e confira nossas dicas.

Qual é a importância da redução de custos com mão de obra?

Para as empresas, os custos com mão de obra incluem, além da remuneração, diversos encargos sociais e trabalhistas especificados em lei. Esses valores acabam comprometendo uma parte significativa do orçamento corporativo.

Quando a empresa otimiza os gastos com mão de obra, consegue ter mais capital para fazer o negócio crescer e se destacar em meio à concorrência. Ao mesmo tempo, tomar a precaução de enxugar o orçamento de pessoal é uma maneira de blindar a organização para tempos de crise e evitar demissões em massa e outros danos sérios à corporação.

Quais são as melhores alternativas para reduzir custos?

O RH pode liderar uma estratégia de redução de custos com mão de obra. Para isso, é necessário analisar o cenário interno e externo, observar as leis e estudar as possibilidades de economia, sem deixar de valorizar o capital humano. Confira nossas dicas.

Terceirização de setores

Desde 2017, o Brasil tem uma lei específica para terceirização de colaboradores. Agora a legislação permite que organizações negociem a terceirização de profissionais diretamente com empresas especializadas. Dessa forma, sua corporação não arca com os custos trabalhistas dos contratados e consegue enxugar o orçamento sem perder qualidade na produção.

Redução de horas extras

Se os profissionais de sua empresa fazem muitas horas extras, cortar essa prática é uma forma eficiente de reduzir gastos com mão de obra. Os valores pagos em hora extra dificilmente estão no planejamento orçamentário da organização e acabam desestabilizando as finanças internas. Além disso, horas extras deixam os trabalhadores cansados e podem fazer com que haja queda na produtividade e na satisfação.

Automação de processos

A tecnologia tem sido uma grande aliada da redução de custos com mão de obra, afinal, existem diversos sistemas inteligentes que podem otimizar os processos e automatizar tarefas repetitivas que eram feitas pelos profissionais. Assim, a empresa consegue usar o capital humano com mais foco em estratégia, bem como reduzir o índice de erros e retrabalhos.

Contratação de estagiários

Dar oportunidade a jovens talentos é um ótimo caminho para criar equipes fortes sem abrir mão de um orçamento controlado. Por meio da Lei do Estágio, a contratação de estudantes gera custos muitos mais baixos para a empresa, e esses profissionais ainda podem proporcionar mais energia e dinamismo para a sua organização.

Viu como é possível alcançar a redução de custos com mão de obra de forma eficiente e estratégica? A tecnologia pode ajudar você tanto a otimizar processos quanto a encontrar empresas especialistas em recrutamento e seleção.

Para que você entenda um pouco mais sobre os benefícios de contratar estagiários, separamos um artigo que fala sobre os direitos em lei desses jovens profissionais. Confira!

Posts relacionados

Deixe um comentário